fbpx

Certificado pelas principais associações dos Estados Unidos

Quase 50% da geração Z enfrenta ansiedade financeira e dificuldade no mercado de trabalho

Aprenda sobre os desafios de saúde mental enfrentados pela geração Z e como buscar ajuda online. Explore estratégias terapêuticas e serviços disponíveis para enfrentar o estresse, a ansiedade e outros transtornos mentais em nosso blog.
geração Z enfrenta ansiedade

Um levantamento recente realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), apontou que em 2022 aproximadamente 10,9 milhões de jovens brasileiros entre 15 e 29 anos não estavam estudando e nem trabalhando, número que representa um quinto desta faixa etária, acendendo um alerta para a crise de empregabilidade. Já um estudo realizado pela agência Delloite Global, apontou que quase 50% dos membros desta mesma geração enfrentam a ansiedade financeira. 

Essa é uma realidade que afeta a todas as pessoas, mas a carga emocional pode ser sentida de uma forma diferente no público mais jovem. Ainda de acordo com o levantamento realizado pela Delloite, 29% dos entrevistados que fazem parte da geração Z, responderam que tem como principal inquietação o custo de vida. Apenas um quarto deles afirmou que conseguem arcar com seus gastos mensais, enquanto 46% disse que vive de acordo com as possibilidades financeiras a cada mês. 

Essa geração é marcada por priorizar o equilíbrio entre vida pessoal, profissional, qualidade de vida e propósito. No entanto, a situação se agravou com a crise econômica do país pós pandemia, causando a diminuição de oportunidades e aumentando a vulnerabilidade dos jovens. 

 

Saúde mental 

Essa é a geração apontada como a mais ansiosa e a que relata as piores condições de saúde mental. Em contrapartida, a geração Z também tem mais facilidade em reconhecer e buscar ajuda, e em compartilhar seus questionamentos online, criando uma corrente de reverberação, diferente das gerações anteriores. Com isso, o mercado financeiro de terapeutas e coachings tem crescido cada vez mais para atender a demanda desse público. 

A Associação Americana de Psicologia realizou uma pesquisa com jovens de idades entre 15 e 21 anos, a fim de identificar os principais fatores que afetam a saúde mental de cada um. O resultado concluiu que 27% dos entrevistados tem maior probabilidade de classificar sua saúde mental como regular ou ruim. Fatores como estresse, estatística financeira e eventos da vida ajudaram a classificar a porcentagem da pesquisa. 

Por ser uma geração tecnológica, a busca por ajuda tende a acontecer em grande parte online, seja pela facilidade de encontrar o que se busca ou pelo conforto de poder se abrir estando atrás de uma tela. As plataformas online tendem a abrigar uma série de variedades de serviços que atendem a carreira, saúde mental e habilidades variadas. 

 

Redes sociais e a ‘virada de chave’ 

As redes sociais de uma forma geral tendem a concentrar todo tipo de conteúdo, mas tem sido cada vez mais comum observar o número crescente de jovens compartilhando suas experiências, frustrações e servindo de ‘virada de chave’ para que outros jovens se identifiquem com a mesma situação. Em contrapartida, é possível observar que até mesmo psicólogos passaram a usar as redes para falar de forma mais direta com esse público, e informações sobre ansiedade, depressão, bipolaridade e outros transtornos, tem sido cada vez mais reverberadas por profissionais, o que ajuda a desmistificar os problemas. 

Além disso, algumas empresas dentro e fora do Brasil também passaram a oferecer algum serviço de terapia online para os colaboradores, principalmente no pós pandemia. As plataformas são diversas, sendo possível filtrar por preço, horário e até mesmo abordagem profissional. 

 

Pós pandemia e mercado de trabalho 

De acordo com um relatório da Biblioteca Nacional de Medicina, o impacto da pandemia sobre a geração Z deve perdurar durante longos anos de suas vidas, muito mais do que em outras gerações. E por conta disso, as lideranças profissionais precisam estar atentas às demandas que seus funcionários mais jovens carregam consigo. 

Grande parte dessa geração entrou no mercado de trabalho de forma online, sem conhecer pessoalmente seus locais de trabalho ou seus colegas, perdendo assim algumas oportunidades de orientação profissional. 

Especialistas apontam que o ideal é que gestores e lideranças dediquem um pouco mais de atenção a essa categoria, para entender sobre suas experiências pessoais durante a pandemia e de que forma isso poderá impactar em sua função profissional, buscando formas de adaptar a realidade de cada um. 

 

Enfrentando a ansiedade com hipnose 

Dentre inúmeras abordagens de tratamento para ansiedade e demais transtornos, a hipnose clínica é uma delas. A abordagem costuma ser bem eficaz no tratamento de fobias, medos, traumas, estresse e outras questões. A técnica é reconhecida pelos conselhos de Psicologia, Medicina, Odontolologia, Fisioterapia, Enfermagem, Farmácia e até mesmo pela Organização Mundial da Saúde (OMS), com eficácia que pode chegar a 93%. 

Entre outros benefícios da hipnoterapia estão a melhora na qualidade do sono, o alívio de dores crônicas, a superação de traumas e medos e outros. Para saber mais sobre o assunto, agende uma consulta clicando aqui ou pelo whatsapp (71) 9 9944-2345.

Mais posts

hipnose saúde mental

Benefícios da hipnose clínica para saúde mental

A hipnose clínica está se destacando como uma abordagem eficaz para o tratamento de diversos transtornos mentais, como depressão, ansiedade, bipolaridade e traumas. Estudos mostram que a hipnoterapia pode reduzir significativamente os sintomas desses transtornos, promover resiliência e modificar padrões de pensamento negativos. Oferecendo uma intervenção holística, a hipnose contribui para o bem-estar emocional, físico e espiritual dos pacientes.

hipnose tdah

Hipnose no TDAH

O texto explora como a hipnose clínica pode ser uma abordagem terapêutica eficaz no tratamento do TDAH, oferecendo insights sobre sua aplicação e resultados promissores.

maio laranja hipnose

A Importância do Maio Laranja

O texto destaca a relevância do Maio Laranja, período dedicado ao combate ao abuso sexual infantil, ressaltando os sinais de alerta, a origem do movimento e o papel da hipnoterapia na superação do trauma.

procrastinação e a autossabotagem e hipnose

Como enfrentar a procrastinação e a autossabotagem

O texto aborda a procrastinação e a autossabotagem, destacando seus impactos negativos e como essas práticas prejudicam o progresso individual. Explica como a hipnose clínica pode ser uma ferramenta eficaz para reprogramar padrões de comportamento enraizados, ajudando a superar essas barreiras e promover uma mentalidade mais positiva e proativa.

Newsletter