Fonte: Globo – Bom dia Brasil em 02/09/2015



BRASÍLIA (24/8/15) – A hipnose é a nova terapia utilizada nos pacientes da oncologia do Hospital de Base do DF (HBDF). O objetivo é tratar a dor, a ansiedade e a depressão. Aproximadamente 50 pessoas já passaram pelo processo e todos relatam melhoras na qualidade de vida, sensação de bem estar e diminuição da dor.

O tratamento faz parte da pesquisa “Hipnose no Controle da Dor em Pacientes Oncológicos” do doutorando em Ciências Médicas, especialista em Hipnose, e odontólogo, Gil Montenegro. A investigação compõe a tese de um artigo científico que visa comprovar a validade da hipnose como terapia. No Hospital de Base, o processo conta com odontólogos e hipnólogos no atendimento de pacientes com câncer.

“A ideia é levar o serviço a toda a rede. Queremos mostrar os benefícios da hipnose no tratamento da dor, ansiedade e depressão nos pacientes oncológicos. Estamos concluindo uma melhora significativa no que se refere à dor. Têm pacientes que chegavam aqui tomando morfina e que saíram bem melhores”, destaca Gil Montenegro.

Para o paciente Valtercides Marleiro de Olveira, 56, as três sessões de hipnose resultaram em melhor qualidade de vida. “A dor diminuiu muito, fiquei surpreso com essa terapia. Não imaginava que ia ser tão bom. Me sinto bem melhor hoje”, afirma. “Ainda falta uma sessão e já me sinto melhor. As dores realmente diminuem consideravelmente. Fiquei feliz de poder contar com esse cuidado”, conclui Jardelina Peireira, 65, paciente do HBDF.

Os atendimentos em Hipnose aos pacientes oncológicos acontecem todas às terças-feiras no Núcleo de Cuidados Paliativos do Hospital de Base. É seguida uma listagem delimitada antecipadamente por meio de uma triagem prévia com os pacientes da Oncologia. Ao final do tratamento, é feito um questionário clínico para verificar os relatos de melhora da dor e outros fatores.

“Estou bem feliz com o trabalho. A Hipnose está no mundo inteiro, é uma técnica já estudada e cientificamente comprovada. E nossa ideia é traze-la para melhorar e humanizar o atendimento ao paciente”, destaca Gil Monteiro.

A ideia é mudar também a noção de que pacientes com câncer somente são tratados com medicamentos. “A gente tem muito mais para oferecer a essas pessoas. O remédio é mais uma opção de tratamento, mas não é a única. Nem sempre o remédio consegue o resultado desejado devido às interações medicamentosas dos pacientes oncológicos”, conclui o especialista.

HIPNOSE – Segundo a atual definição da Associação Americana de Psicologia, hipnose é um estado de consciência que envolve atenção focada e consciência periférica reduzida, caracterizado por uma maior capacidade de resposta à sugestão. É um estado mental ou um tipo de comportamento usualmente induzidos por um procedimento conhecido como indução hipnótica, o qual é geralmente composto de uma série de instruções preliminares e sugestões. O uso da hipnose com propósitos terapêuticos é conhecido como “hipnoterapia”. As pessoas que são hipnotizadas costumam relatar alterações de consciência, anestesia, analgesia, entre outros.

Fonte: Secretaria de Estado de Saúde do Distrito Federal

X