fbpx

Certificado pelas principais associações dos Estados Unidos

Respirar bem faz bem

mulher meditando

Realizado corretamente, o simples ato de respirar pode eliminar até 80% das toxinas do corpo humano.

Controle da ansiedade, redução do estresse, melhores noites de sono, maior controle emocional, maior disposição ao longo do dia, fortalecimento do sistema imunológico e até redução do consumo de tabaco.

Ao ler as frases acima, pensa-se até que são planos feitos durante o Reveillón ou promessas para algum santo muito forte, afinal todas elas são sinônimo de bem-estar e qualidade de vida.

Mas e se eu lhe dissesse, querido leitor, que conquistar esses objetivos é bem mais fácil do que se imagina? E mais, que todos eles podem ser conquistados pelo simples ato de respirar corretamente? À primeira vista pode parecer contos da carochinha ou mais uma propaganda milagrosa como as de cremes seca barriga, mas é fato. Respirar corretamente é um dos ingredientes essenciais para preservar a saúde física e mental de qualquer pessoa.

PORQUE FAZ MAL?

Ao nascer, os bebês realizam uma respiração ideal, em cinco tempos. Mas, como tudo na vida é condicionamento e, de acordo com o hipnoterapeuta Diego Wildberger, o ritmo de vida que se as pessoas adquirem ao longo do tempo faz com que elas, inconscientemente e de maneira automática, desaprendam esta forma ideal de respirar e passem a realizar uma respiração curta e torácica, utilizada pelo sistema límbico em momentos de risco, perigo ou preservação.

Com isso, o corpo humano dispara um sistema de luta/fuga que aumenta o nível de epinefrina e noradrenalina no organismo, enviando sangue para os grandes membros do corpo humano, mantendo-o sempre em alerta.

Ele explica que a manutenção do estado de alerta por muito tempo pode desencadear o estado de estresse crônico, que enfraquece a eficácia do sistema imunológico, podendo gerar, inclusive, problemas de saúde

A RESPIRAÇÃO IDEAL

A respiração, em seu processo completo, é responsável por até 80% da eliminação das toxinas do corpo humano. Por esse motivo, o uso inadequado pode acarretar variados problemas para a saúde do corpo. Para se ter ideia, a grande maioria das pessoas utilizam apenas 30% da capacidade pulmonar. Isso acontece porque essas pessoas geralmente realizam apenas a respiração torácica, que tem como principais características um processo curto e rápido. A respiração correta e completa se configura em, literalmente fazer um barrigão, inspirando o ar em 5seg empurrando o umbigo pra frente, retendo um pouco o ar por 3seg e expirando o ar completamente pela boca em 5seg, tudo isso sem mexer os ombros ou encher o peito. Quando pararmos para observar a respiração de um bebê, é exatamente assim que ele respira, explica Wildberger.

Para acabar de uma vez por todas sobre as dúvidas de como realizar a respiração diafragmática ideal, o hipnoterapeuta explica o passo a passo de como condicionar o corpo a realizar esse processo:

  1. Feche os olhos suavemente e concentre sua atenção na sua respiração, sem a alterar de qualquer forma.
  2. Imagine um balão na sua barriga. Quando inspira devagar durante 3 segundos. Imagine que o balão na sua barriga enche.
  3. Durante os seguintes 6 segundos, deixe o ar sair, sem esforço, devagar e pausadamente, esvaziando a sua zona abdominal.
  4. Repita esse procedimento durante 10 minutos e usufrua do estado em que o seu corpo se encontra.

Apesar dos benefícios obtidos com a respiração diafragmática, Diego Wildberger chama a atenção, no entanto, para o fato de que nem todos os problemas podem ser resolvidos com o aperfeiçoamento dessa técnica.

É essencial que as pessoas busquem sempre um médico para a realização de consultas de rotina ou no aparecimento de qualquer problema relacionado à  saúde❠finaliza.

Mais posts

hipnose

Dez mitos e verdades sobre hipnose

Quando se fala em hipnose, imediatamente surge em nossa mente uma porção de curiosidades e dúvidas sobre este tema. Será que ele vai descobrir os

Newsletter